Pontos Importantes para o desenvolvimento de uma arquitetura de comunicação Flex – Grails – Flex


No Desenvolvimento de aplicações onde a camada de apresentação se torna muito complexa, a mesma tende a formar uma necessidade de controle maior em sua arquitetura interna. Pensando em Flex como Front-End de uma aplicação, devemos inserir alguns padrões de projetos arquiteturais para organizar a “bagunça”. Tal problema pode ser resolvido utilizando a chamada microarquitetura MVC para a camada de apresentação.

Mas mesmo dominando e mantendo a arquitetura MVC na apresentação, alguns problemas surgirão no desenvolvimento da arquitetura de comunicação com os servidores de aplicação. Trabalhar com DTOs, comunicações das mais variadas maneiras tanto síncronas como assíncronas, se torna um item de grande complexidade em projetos Grails Flex.

Tendo essa complexidade em mente, podemos, então, levantar alguns pontos importantes – uma checklist – para o processo de modelagem da arquitetura de comunicação entre o Back-end Grails e o Front-end Flex:

Estrutura de Comunicação
Usaremos comunicação Síncrona?
Usaremos comunicação Assíncrona?
Dados enviados por DTO em quais casos?
Utilização de JMS para algum caso?
Estrutura Flex
Implementação de Testes usando FlexUnit
Criar Interface Facade para Flex
Validação de Objetos Flex
Definir o uso de Listeners para serviços remotos.
Usando Cairgorm, definir VOs, events, commands, delegates e responders
Tratar Relacionamentos de Objetos recebidos.
Mate Framework seria interessante para eventos internos?
É preciso modularizar os componentes?
Estrutura Grails
Definir Uso do Flex Plugin
Podemos usar o Dozer para tratamento e envio de requisições?
Criar Interface Facade para Grails
Incorporar Grails Flex Scaffolding
Validação de Objetos Grails
Definir lista de serviços remotos genéricos e específicos.
Definir escopo de atuação e interação entre serviços.
Criar Interface com Banco de Dados para casos específicos.
Tratar Relacionamentos de Objetos recebidos.
Tratar Erros no Servidor de aplicação

Diante desses pontos, podemos citar alguns outros mais relevantes? Alguns não tem validade teórica para o escopo de arquiteturas de comunicação? Opine! Deixe um comentário 🙂

Anúncios

Uma resposta em “Pontos Importantes para o desenvolvimento de uma arquitetura de comunicação Flex – Grails – Flex

  1. Durante este último fim de semana comecei a estudar Grails e a utilização do mesmo com o Flex.
    No entanto, embora ainda não tenha feito todo os testes que desejo, não encontrei uma forma satisfatória de integrá-los, pois desejo que a integração aconteça via Remoting e o flex-plugin não está sendo mantido (Último update em março de 2008).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s